Conecte-se conosco

Cidades

PRF tenta justificar flagrante de agentes abatendo cavalos a tiros em Rio Verde (GO). Imagens chocam e revoltam nas redes sociais

Publicado

em

As imagens de uma brutal crueldade cometidas por quem deveria preservar vidas, não importa se vidas humanas ou de animais, são chocantes e, cada vez mais, revoltam internautas e as redes sociais.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rio Verde, principal e maior cidade da região sudoeste de Goiás, abateram a tiros dois cavalos que estavam em uma área de mato às margens da BR-060, segundo informações, o local fica nos fundos de um shopping center. O caso, com configuração de crime ambiental, ocorreu na manhã da quarta-feira, 24/5.

Devido à rápida e forte repercussão do flagrante em vídeo que rapidamente se espalhou pelas redes sociais e internet, a Polícia Rodoviária Federal justificou, por meio de nota oficial, que seus agentes informaram que não teriam conseguido controlar os animais e atiraram neles para evitar possíveis acidentes na rodovia federal BR-060. Os abates dos cavalos foram filmados por populares que ficaram revoltados com o que presenciaram.

Nas imagens revoltantes, é possível ver um cavalo já morto, e outro sangrando e agonizando. Em seguida, o animal que agoniza é atingido por mais disparos “à queima-roupa” e morre.

Assistam, a seguir, ao vídeo contendo o flagrante do momento da execução dos cavalos por policiais rodoviários federais. ATENÇÃO! IMAGENS FORTES. Se você é sensível a cenas fortes, recomendamos a não assistir ao vídeo.

VÍDEO 1:

VÍDEO 2:

A nota oficial da Polícia Rodoviária Federal afirma a seguinte justificativa: “Com os animais bastante agitados e grande fluxo de veículos na rodovia, os policiais avaliaram que o sacrifício seria a alternativa correta para cessar a possibilidade de fuga dos animais e, consequentemente, a possibilidade de acidentes por atropelamento dos animais ao tentar conduzi-los para um local seguro.”

Populares se revoltaram com a atitude polêmica dos agentes da PRF e filmaram os abates dos animais que, aparentemente, estavam sadios e sem quaisquer motivos legais que aparentassem alguma necessidade de recorrer à ação extrema do sacrifício. “Foram mais de seis tiros no cavalo que já estava baleado. Isso é o que a PRF está fazendo”, desabafa indignado o autor de um dos vídeos que mostram os animais sendo executados.

A Polícia Rodoviária Federal explicou que, por volta das sete horas da manhã, foi acionada por motoristas que trafegavam pela BR-060 que informaram sobre a presença dos cavalos naquele. De acordo com a PRF, ao chegar no local, os agentes tentaram conter os cavalos, mas segundo os agentes, os animais correram em direção à rodovia e pararam na outra margem da pista.

“Eles (os agentes da PRF) tentaram conter esses animais tocando eles para fora da rodovia. Nesse momento, eles atravessaram a rodovia. Tentaram contato para ver se conseguiam tirar os animais do local, haja vista que não possuímos serviço de remoção de animais, e optaram por abater os animais levando em conta o risco de acidente”, argumentou o inspetor Fábio Losa à uma emissora de TV local.

A Polícia Rodoviária Federal ressaltou “que a prática do sacrifício não é recorrente na atuação da PRF, tendo este caso o registro de exceção na atividade operacional da instituição”. Ainda de acordo com a PRF, a conduta dos policiais e a apuração de possíveis responsabilidades será realizada por meio de procedimento administrativo interno.

A pergunta que não “se cala”: Em Rio Verde (GO) não existe uma unidade da Polícia Ambiental?, corporação preparada para capturar animais sem esta medida absurda, revoltante, de execução, de sacrifício, cometida por agentes da Polícia Rodoviária Federal?

POLÍCIA CIVIL INVESTIGA O CASO

Por meio de nota, a 8ª Delegacia de Polícia Civil em Rio Verde (GO), informou que investiga o caso. Confira, a seguir, a íntegra da nota.

“Rio Verde 24/05/2017.

Nota da Polícia Civil

Em relação às imagens que estão veiculando nas redes sociais no qual mostram agentes da Polícia Rodoviária Federal executando dois cavalos no pátio de um posto de combustíveis em Rio Verde, a Polícia Civil informa que recebeu a denúncia bem como as imagens.

Segundo a delegada regional Taisa Antonello, a Polícia Civil está apurando os fatos e deverá tomar as medidas cabíveis.

Assessoria de Imprensa 8ª DRP.”

A seguir, leia a íntegra da nota oficial sobre o caso, onde a Polícia Rodoviária Federal tenta justificar o lastimável episódio ocorrido e flagrado por populares em Rio Verde (GO).

“Goiânia (GO), 24 de maio de 2017.

Nota sobre equinos sacrificados

Uma equipe de plantão foi acionada no início da manhã (07h) para retirar equinos que andavam pelo canteiro central da rodovia. Chegando ao local, tentaram a condução dos animais para local seguro.

Com os animais bastante agitados e grande fluxo de veículos na rodovia, os policiais avaliaram que o sacrifício seria a alternativa correta para cessar a possibilidade de fuga dos animais e, consequentemente, a possibilidade de acidentes por atropelamento dos animais, pois em função do horário (entre 07 e 08h da manhã) e proximidade com o centro urbano de Rio Verde, havia intenso fluxo de veículos.

A Polícia Rodoviária Federal reforça o seu compromisso de proteção à vida – em todas as suas formas. Ressaltamos que a prática do sacrifício não é recorrente na atuação da PRF, tendo este caso o registro de exceção na atividade operacional da instituição.

Diariamente policiais rodoviários federais são acionados para retirada de animais das faixas de rolamento e canteiros centrais de rodovias federais e este ano, somente em Goiás, 288 (duzentos e oitenta e oito) animais foram recolhidos para local seguro.

A PRF destaca, ainda, que não existe em Goiás setor da corporação responsável pelo recolhimento, tratamento e guarda de animais. Assim, durante o trabalho de recolhimento, contamos com parcerias com órgãos locais. Entretanto, no momento do ocorrido, não existia nenhuma instituição nas proximidades que pudesse ser acionada para recolher os equinos.

A conduta dos policiais e apuração de possíveis responsabilidades será realizada pela área correicional por meio de procedimento administrativo interno.

Comunicação Social da PRF em Goiás
Superintendência da PRF em Goiás
Polícia Rodoviária Federal”

Jornalista, radialista, apresentador de TV e WebTV, cerimonialista em eventos, também artista e "youtuber" no Estado de Goiás; com quase 30 anos de experiência profissional em Jornalismo (desde 21/11/1991), Terry Marcos Dourado é o idealizador, diretor-proprietário, diretor de conteúdo, editor-geral e jornalista responsável pelo Portal Rede Pop e suas Divisões de Conteúdos Específicos: Jornal Gazeta Popular, PopTV, PopMix RádioWeb, Estelar Filmes, Agência PopStar Artistas, Modelos e Produções e o Canal Hiper T, no Youtube.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Médico morre em grave acidente na GO-184, em Jataí (GO)

O médico Pedro Paulo Camacho Gomes trabalhava na cidade de Chapadão do Céu (GO). Ele viajava com destino a Jataí onde venderia o carro que acabou se acidentando e tirando-lhe a vida.

Publicado

em

Jataí, GO – Era perto das 11 horas da manhã deste sábado, 14 de setembro, quando o médico clínico geral Pedro Paulo Camacho Gomes, 42 anos, morreu após colidir violentamente o veículo que conduzia, um VW Gol de cor vermelha, na traseira de um caminhão prancha. O acidente aconteceu no Km 22 da rodovia estadual GO-184, entre as cidades de Jatai e Serranópolis, na região sudoeste de Goiás. Outras duas pessoas ficaram feridas.

Segundo testemunhas, o veículo e o caminhão trafegavam no mesmo sentido da via, quando aconteceu o acidente. Com o impacto da batida, os veículos saíram da pista. Os outros dois passageiros receberam atendimento do Corpo de Bombeiros de Jataí e foram encaminhados para o Hospital das Clínicas local.

O carro dirigido pelo médico teve a parte frontal totalmente destruída com o forte impacto da colisão com um caminhão.

O médico Pedro Paulo Camacho Gomes trabalhava na cidade de Chapadão do Céu (GO). Ele era muito conhecido e querido pela população. Nas redes sociais, amigos, pacientes e familiares lamentaram a morte do médico, que viajava com destino a Jatai onde venderia o carro que acabou se acidentando e tirando-lhe a vida.

Continue lendo

Cidades

Dois acidentes aéreos, um deles com mortes, em Goiás, nesta sexta-feira, 13

Os acidentes aéreos desta sexta-feira, 13 de setembro, aconteceram nas cidades goianas de Trindade e Rio Verde.

Publicado

em

Da Redação Central em Jataí (GO) – Nesta sexta-feira, 13 de setembro, dois acidentes aéreos ocorreram em Goiás. Em um dos casos, um avião de pequeno porte, um monomotor, fez um pouso forçado em plena rua do setor Palmares, na cidade de Trindade, na região metropolitana de Goiânia. Duas pessoas ficaram levemente feridas.

De acordo com as primeiras informações, os feridos são o piloto e um aluno. Ambos foram socorridos por uma equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para um hospital local.

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

RIO VERDE (GO) – Em outro acidente aéreo, desta vez em Rio Verde, cidade da região sudoeste de Goiás, um avião de pequeno porte caiu na tarde desta sexta-feira (13). Os dois homens que voavam na aeronave morreram na hora. Os corpos foram carbonizados. Ainda durante a tarde, o Corpo de Bombeiros confirmou os nomes das duas vítimas fatais. O odontólogo Paulo Roberto Maciel e o empresário Amador Antônio Oliveira, muito conhecido na cidade.

Amadeu e Paulo Maciel construíram o avião Cozy Mark IV experimental há alguns anos e faziam voos pela região, com mais frequência nos finais de tarde. O avião decolou do aeroporto de Rio Verde e, em seguida, foi possível ouvir barulhos estranhos quando o aparelho caiu em área próxima ao aeroporto. O avião caiu em uma área de vegetação próxima ao Clube do Laço.

Após cair, o avião colidiu violentamente com uma árvore. O Corpo de Bombeiros de Rio Verde, que atendeu a ocorrência, informou que o avião acidentado era experimental, não certificado pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) para o uso regular comercial.

Veja mais imagens do acidente aéreo ocorrido nesta sexta-feira, 13, em Rio Verde (GO).

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

Este acidente aéreo com avião de pequeno porte matou dois homens em Rio Verde (GO), na tarde desta sexta-feira, 13 de setembro.

 

Continue lendo

Cidades

Segundo ‘tornado de fogo’ acontece na mesma cidade em Goiás

Neste segundo fenômeno ocorrido na mesma semana região do primeiro caso, em Santa Helena de Goiás (GO), as imagens são impressionantes. Assista.

Publicado

em

Santa Helena de Goiás (GO) – E aconteceu de novo. Na mesma cidade goiana de Santa Helena de Goiás, na região sudoeste do Estado, o fenômeno que assustou, encantou e “causou” nas redes sociais da internet voltou a se repetir. Um novo “tornado de fogo”, também conhecido como “redemoinho de fogo”, se repetiu nesta sexta-feira, 13 de setembro.

Assista, abaixo, imagens impressionantes da segunda ocorrência do “tornado de fogo” em Santa Helena de Goiás (GO). O fenômeno se repetiu na mesma região rural conhecida como “Boqueirão”, próximo à rodovia estadual GO-2010. Assista ao vídeo postado no WhatsApp.

O PRIMEIRO CASO – Na terça-feira, 10 de setembro, um fenômeno raro e extremamente belo assustou um grupo de produtores rurais em uma fazenda localizada próxima à rodovia estadual GO-210, na cidade goiana de Santa Helena de Goiás, na região sudoeste do Estado. Os próprios funcionários da fazenda conseguiram controlar o fogo com um caminhão-pipa e ninguém se feriu. As pessoas foram surpreendidas por um fenômeno raro conhecido como “redemoinho de fogo”. A área onde o fato ocorreu é conhecida como “Boqueirão”.

A coluna “dançante” de fogo foi documentada em fotos e em vídeo e chamou a atenção nas redes sociais da internet. Segundo informações, o Corpo de Bombeiros local não foi acionado para combater as chamas. Nesta época do ano, com predomínio de altas temperaturas e longa estiagem, com umidade relativa do ar em níveis críticos, são cada vez mais comuns e perigosas as ocorrências de incêndios Nas áreas rurais, há muita palha seca espalhada, o que facilita o surgimento de focos de incêndios.

Relembre, abaixo, as imagens do primeiro fenômeno.

O FENÔMENO – Um “redemoinho de fogo”, fenômeno natural raro, acontece quando solo está muito quente e as correntes de ar formam uma coluna vertical, semelhante a um tornado. O fenômeno também é conhecido como “tornado de fogo”. Dependendo da temperatura do ar e das correntes, o vento adquire uma vorticidade vertical e forma um redemoinho ou uma coluna de ar de orientação vertical similar a um tornado.

A maioria dos grandes “tornados de fogo” surge a partir de incêndios ambientais nos quais estão presentes correntes de ar quente ascendentes e convergentes. Normalmente, os “tornados de fogo” possuem entre 10 e 50 metros de altura e uns poucos metros de largura e duram somente alguns segundos. Alguns destes fenômenos podem ter mais de um quilômetro de altura, conter ventos superiores a 160 km/h e durar mais de 20 minutos. Os “redemoinhos de fogo” podem destruir árvores de 15 metros de altura.

Tornado de fogo em Santa Helena de Goiás (GO), ocorrido em 10 de setembro de 2019.

Um exemplo trágico dos efeitos que pode ter um fenômeno destas características aconteceu em 1923, durante o Grande Sismo de Kantō, o qual provocou uma tormenta de vento do tamanho de uma cidade e que produziu um redemoinho de fogo que matou cerca de 38 mil pessoas em apenas 15 minutos, na região de Hifukusho-Ato, em Tóqui, no Japão.

 

Continue lendo

É proibida a reprodução, total ou parcial, ou mesmo fragmentada de qualquer conteúdo publicado aqui no PORTAL REDE POP, em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização por escrito do diretor-proprietário do PORTAL REDE POP, jornalista Terry Marcos Dourado.

Os infratores estão sujeitos às penalidades legais estabelecidas pela legislação brasileira em vigor. Para solicitações ou dúvidas, favor entrar em contato pelo e-mail: contato@portalredepop.com.

Diretor-Proprietário, Diretor Geral de Conteúdo e Jornalista Responsável: TERRY MARCOS DOURADO – RP n. 2.098 – MTE-DRT/GO.

PORTAL REDE POP é um portal de notícias/jornalismo e entretenimento, multiconteúdo transmídia e crossmedia, o primeiro nestas características do interior do Estado de Goiás, produzido e realizado pela Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e ProduçõesCNPJ nº 30.245.426/0001-76; Insc. Estadual nº: 52.8.0401793-2 e Insc. Municipal nº: 3.03.4194-01. Escritório regional sediado em Jataí, Estado de Goiás – Brasil.

Todo conteúdo produzido e publicado pelo PORTAL REDE POP é de inteira responsabilidade da Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e Produções e suas Divisões de Conteúdos Específicos: Pop TV; Estelar Filmes; Jornal Gazeta Popular; PopMix RádioWeb; Agência PopStar Artistas, Modelos e Produções e Canal Hiper T (Youtube). Todos os direitos reservados.

WhatsApp

Contatos Diretos

Estes são os meios para contato direto com o Portal Rede Pop.

WHATSAPP:(64) 9 8459-3531

TELEGRAM:(64) 9 8459-3531

JORNALISMO GERAL:

jornalismo@portalredepop.com

Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre quaisquer assuntos de qualquer área do Jornalismo. Quando for o caso, garantimos sigilo às nossas fontes.

ENTRETENIMENTO GERAL:

contato@portalredepop.com

Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre conteúdos da área de entretenimento (notas, convites para eventos culturais, shows, etc.)

ASSUNTOS COMERCIAIS:

comercial@portalredepop.com

Anúncios, publicidades, informes publicitários, etc.

EVENTOS E PROMOÇÕES:

eventos@portalredepop.com

E-mail específico para pedido de informações e inscrições em eventos e promoções diversas do Portal Rede Pop.

POP TV (conteúdo audiovisual):

poptv@portalredepop.com

E-mail exclusivo para dúvidas, sugestões e solicitações referentes aos vídeos e programas produzidos e exibidos pela POP TV, a WebTV do Portal Rede Pop.

Teremos imenso prazer em receber seu contato.

Rádio PopMix AO VIVO

Jornal da Pop AO VIVO

Facebook

Mais Lidas