Conecte-se conosco

Cidades

Após renunciar ao mandato, ex-vereador João Rosa se pronuncia publicamente sobre as denúncias do Ministério Público

Publicado

em

Na quarta-feira, 3 de abril, o titular da 4ª Promotoria Pública do Ministério Público de Goiás (MP-GO) em Jataí, cidade da região sudoeste do Estado, João Biffi, reuniu parte da imprensa local para anunciar o pedido de afastamento do vereador João Rosa Leal (PSDB) por 30 dias para não comprometer as investigações por suspeita de improbidade administrativa com o crime de enriquecimento ilícito. De acordo com o promotor público, há provas de que, desde 2012, o vereador João Rosa Leal estava cobrado vantagens indevidas de seus assessores, ou seja, parte do salário mensal deles para mantê-los no cargo. Tal prática criminosa teria ocorrido até março deste ano.

Na tarde desta quinta-feira, 4 de abril, o vereador João Rosa Leal (PSDB) protocolou o seu pedido de renúncia ao mandato. Na carta de renúncia protocolada às 16h05min, o então parlamentar comunicou “a renúncia expressa ao mandato de vereador que me foi outorgado nas urnas pelo eleitorado deste município, no pleito de 2016, em caráter irrevogável e irretratável com efeitos imediatos. Na oportunidade, informo que as razões que levaram a esta decisão são de cunho estritamente pessoal”, afirmou no documento.

Confira, a seguir, a carta de renúncia de João Rosa Leal.

Com a renúncia de João Rosa, o primeiro suplente da coligação da qual o PSDB fez parte nas eleições de 2016, o pastor evangélico Luiz Carlos Cabral dos Anjos (PSDB), atualmente diretor do Procon local, deverá reassumir o cargo de vereador. Luiz Carlos foi vereador por um mandato (2009-2012) e assumiu uma cadeira parlamentar no segundo semestre de 2018, por ocasião do afastamento temporário de Thiago Maggioni (PSDB), que disputou a eleição para deputado estadual. João Rosa cumpria seu terceiro mandato no poder legislativo jataiense.

Atual chefe do Procon jataiense, o pastor evangélico Luiz Carlos Cabral dos Anjos, suplente de vereador pelo PSDB, deve assumir a vaga deixada pelo ex-vereador João Rosa Leal. | © CMJ

João Rosa Leal se pronuncia ao povo jataiense por meio de nota

Na manhã desta sexta-feira, 5 de abril, o agora ex-vereador João Rosa Leal divulgou uma nota onde, pela primeira vez, se pronuncia sobre as denúncias do Ministério Público que pesam contra ele. Confira, a seguir, a íntegra da nota.

Segundo denúncia do Ministério Público de Goiás, o vereador de Jataí, João Rosa Leal (PSDB) teria acumulado cerca de R$ 332 mil, de forma ilegal, tirando do salário de assessores. | © Reprodução/CMJ.

“Caros amigos, venho através desta nota dizer que após 25 anos de inteira dedicação a essa comunidade na área de saúde, antes mesmo de assumir cadeira na Câmara Municipal, resolvi encerrar minhas atividades. Foi um trabalho árduo, porém gratificante, porque como vereador tive a oportunidade de intensificar minhas ações em favor dos menos protegidos.

Além das leis e benefícios que consegui aprovar para esta cidade, acompanhei de perto todas as ações de instituições locais, sempre oferecendo meus préstimos como homem público. Sei que poderia responder no exercício do cargo a ação movida contra mim, porém, com a idade já avançada e necessitando cuidar de minha saúde também, decidi que seria esta a hora de encerrar minhas atividades de homem público, preservando assim o que ainda me resta de vida. É o que faço agora.

Após pedido do então sr. promotor, para me afastar por 30 dias, resolvi então, colocar não só os 30 dias, mas, todo o restante do meu mandado a disposição da justiça, com isso poderei responder com mais tranquilidade ao processo que hora se desencadeia. Peço a toda população que aguarde com paciência e serenidade, e podem ter a certeza de que durante o processo os fatos reais virão à tona.

Obrigado e estarei a disposição de todos.
João Rosa Leal”

Em breve, o agora ex-vereador João Rosa Leal vai ser ouvido pelo Ministério Público enquanto que as investigações continuam para a abertura de uma ação civil pública por improbidade administrativa.

Jornalista, radialista, apresentador de TV e WebTV, cerimonialista em eventos, também artista e "youtuber" no Estado de Goiás; com mais de 27 anos de experiência profissional em Jornalismo (desde 21/11/1991), Terry Marcos Dourado é o idealizador, diretor-proprietário, diretor de conteúdo, editor-geral e jornalista responsável pelo Portal Rede Pop (Gazeta Popular, PopTV, PopMix RádioWeb, Estelar Filmes, Agência PopStar e o Canal Hiper T, no Youtube.).

Continue lendo
--Publicidade--
1 Comentário

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

1 Comentário

  1. José Caolino Inácio

    05/04/2019 a 13:43

    É uma pena. Pessoa dedicada aos menos favorecidos e atuante. Deveria ter se aposentado antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Redemoinho ‘gigante’ assusta grupo de pessoas no sul de Goiás

Publicado

em

Um redemoinho, rajada de vento em movimento circular, assustou funcionários de fazenda de cana-de-açúcar na região sul de Goiás, entre as cidades de Morrinhos e Goiatuba. O registro em vídeo foi publicado em redes sociais.

Confira, a seguir, o vídeo. É impressionante a força do fenômeno.

 

Os “redemoinhos”, “rodamoinhos”, “remoinhos”, “torvelinhos”, “redemoinhos-de-poeira”, “pés-de-vento” ou “diabos de poeira” são ventos em espiral formados pela convecção do ar, em dias quentes, sem ventos e de muito sol.

Os redemoinhos ocorrem quando o solo se aquece em determinado ponto, transferindo esse calor à porção de ar que está parada logo acima dele. Quando atinge uma determinada temperatura, esse ar sofre rápida elevação, subindo em espiral e cria um mini centro de baixa pressão. Devido ao princípio da conservação do momento angular esse redemoinho ganha velocidade e acaba levantando a poeira do solo, fazendo com que um funil de ‘sujeira’ seja visível. Ele pode apresentar desde alguns centímetros até muitos metros de altura.

Há também outro tipo de redemoinho,por exemplo,quando o solo se aquece em determinado ponto e o vento fraco vindo de uma direção se encontra com a corrente de ar quente acima do ponto super aquecido esse vento tende a ganhar velocidade, girar e empurrar o “turbilhão” para a direção que ele estaria. Também há os redemoinhos mais comuns que se formam quando a corrente de vento é parada por uma “parede” de canto criando uma corrente ascendente de vento giratória.

Frequentemente esse fenômeno é confundido com um tornado, porém vale salientar que, ao contrário dos tornados, os redemoinhos de poeira somente se formam em dias sem nuvens, sob muito sol e calor e baixa umidade do ar. Além disso, a velocidade dos ventos desse fenômeno raramente ultrapassa os 100 km/h, podendo causar apenas pequenos estragos, tais como destelhamentos leves.

Continue lendo

Brasil

Candidato de Serranópolis representa Goiás em ‘reality show’ no SBT

Publicado

em

Serranópolis (GO) – O empresário Rogério Martins, de Serranópolis, município turístico localizado na região sudoeste de Goiás, perto da divisa com o Estado de Mato Grosso, foi um dos selecionados para participar do ‘reality show’ culinário Bake Off Brasil, produzido e exibido em rede nacional de TV pelo SBT, emissora de Silvio Santos. O empresário serranopolino enfrentou uma difícil concorrência para conquistar a vaga.

O programa é apresentado por Nadja Haddad e traz uma temática em torno de confeitaria, competição e muita animação entre os participantes e todos os envolvidos com o programa. Beca Milano e Olivier Anquier são os jurados de ponta do Bake Off Brasil que já está em sua quinta edição. O programa reestreou em 10 de agosto, às 22:30h no SBT.

O participante de Serranópolis foi um dos 16 selecionados, que concorreram com mais 178 mil participantes inscritos em todo Brasil. Juntos, eles passaram por várias seletivas até chegar aos 16 aprovados finalistas para o reality show. Em Serranópolis, Rogério Martins já é conhecido no meio gastronômico, onde exerce suas funções em sua confeitaria, a D`Guste Cafeteria.

Aos 27 anos, o empresário serranopolino é o único representante de Goiás na atual temporada do Bake Off Brasil. Ele afirma ser “um cara sem frescuras”. Em Serranópolis, todos o conhecem, e seus doces são bastante consumidos. Ele se considera bom no que faz. Sua influência principal é sua família, que “tem uma queda por gastronomia” e prometeu “arrasar” no Bake Off Brasil.

O vencedor da atual temporada do Bake Off Brasil vai levar o título de Melhor Confeiteiro Amador do Brasil, recebendo um troféu em formato de uma batedeira dourada. O campeão também ganhará uma viagem para a Bélgica, berço de um dos melhores chocolates do mundo, em um tour oferecido pela Cacau Show.

No final de cada programa da temporada, as receitas exibidas vão estar disponíveis para o público no site do programa. O Bake Off Brasil é exibido aos sábados, sempre às 22h30, pelo SBT.

Continue lendo

Cidades

ESCÂNDALO EM JATAÍ: Juiz rejeita a defesa de vereador temporariamente afastado por supostos atos ilícitos

Publicado

em

O juiz Sérgio Brito Teixeira e Silva, da Comarca de Jataí, na região sudoeste de Goiás rejeitou a defesa do vereador Marcos Antônio Ferreira da Luz (PDT), o “Marcos Antônio do Quartel”, afastado pela justiça sob a acusação de enriquecimento ilícito. Segundo a decisão judicial, o réu não juntou nenhuma prova no processo a seu favor e apresentou argumentos jurídicos muito frágeis em sua defesa.

Marcos Antônio Luz também foi intimado, no início deste ano, a responder pelas acusações contra ele por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. Um ex-servidor e um atual funcionário denunciaram o vereador do PDT, ex-presidente do Legislativo Jataiense, afirmando que o mesmo exigia deles a devolução de parte de seus salários, com quantias que variavam, entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil mensais. No total, o vereador foi acusado de receber o valor de R$ 100 mil, sem correções ou atualizações. Uma das delatoras é ex-nora do vereador Marcos Antônio.

Ela afirmou que era compelida a passar metade de seu salário, por vezes, por intermédio da própria sogra, também da esposa de Marcos Antônio e, até mesmo através do filho dele. A moça alegava que, para os demais servidores, Marcos Antônio argumentava que a parte do salário devolvida era usada para o bem da comunidade e para arcar com despesas de seu gabinete. No final de julho deste ano, o Juiz Sérgio Brito Teixeira e Silva, da 1ª Vara Cívil da comarca jataiense, emitiu sua decisão inicial sobre o caso. O magistrado rejeitou a defesa do vereador e também o pedido de remoção das restrições judiciais.

Na decisão, o juiz afirmou que “a despeito destas alegações e provas, o réu limitou-se a negá-las, porque não juntou nenhuma prova. Alia-se à insuficiência de provas à fragilidade dos fundamentos jurídicos erigidos pela defesa para obstar o prosseguimento da ação de improbidade”, disse. O juiz recebeu, ainda, a Petição inicial da Ação de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Goiás em desfavor do vereador Marcos Antônio Ferreira da Luz. O mesmo tem agora o prazo de contestação, 15 dias, a vencer em meado de 20 de agosto, para apresentar nova defesa. Com a decisão, a ação segue em trâmite para posterior julgamento do mérito.

O vereador e réu continua afastado de suas funções parlamentares, assim como todos os seus bens continuam bloqueados pela Justiça. Também permanecem afastados e com bens bloqueados pela Justiça os vereadores jataienses Gildenício Francisco dos Santos (MDB) e Mauro Bento Filho, este também afastado da Presidência daquela Casa Legislativa.

Continue lendo

É proibida a reprodução, total ou parcial, ou mesmo fragmentada de qualquer conteúdo publicado aqui no PORTAL REDE POP, em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do diretor-proprietário do PORTAL REDE POP, jornalista Terry Marcos Dourado. Os infratores estão sujeitos às penalidades legais estabelecidas pela legislação brasileira em vigor. Para solicitações ou dúvidas, favor entrar em contato pelo e-mail: contato@portalredepop.com

Diretor-Proprietário, Diretor Geral de Conteúdo e Jornalista Responsável: TERRY MARCOS DOURADO – RP n. 2.098 – MTE-DRT/GO. 

PORTAL REDE POP é um portal de notícias/jornalismo e entretenimento, multiconteúdo transmídia, produzido e realizado pela Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e Produções – CNPJ nº 30.245.426/0001-76; Insc. Estadual nº 52.8.0401793-2 e Insc. Municipal: 3.03.4194-01 – Escritório sediado em Jataí, Estado de Goiás – Brasil.
Todo conteúdo transmídia publicado no PORTAL REDE POP é de inteira responsabilidade da Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e Produções e suas divisões de conteúdos específicos: Pop TVEstelar FilmesGazeta PopularPopMix RádioWebAgência PopStar Artistas, Modelos e Produções e Canal Hiper T (Youtube)

FALE CONOSCO

Estes são os meios para contato direto com o Portal Rede Pop.

WHATSAPP:(64) 9 9600-8865

TELEGRAM:(64) 9 8459-3531

JORNALISMO: - jornalismo@portalredepop.com
Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre quaisquer assuntos de qualquer área do Jornalismo. Quando for o caso, garantimos sigilo às nossas fontes.

ENTRETENIMENTO: - contato@portalredepop.com
Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre conteúdos da área de entretenimento (notas, convites para eventos culturais, shows, etc.)

ASSUNTOS COMERCIAIS: - comercial@portalredepop.com
Anúncios, publicidades, informes publicitários, etc.

EVENTOS E PROMOÇÕES: - eventos@portalredepop.com
E-mail específico para pedido de informações e inscrições em eventos e promoções diversas do Portal Rede Pop.

POP TV (CONTEÚDO): - poptv@portalredepop.com
E-mail exclusivo para dúvidas, sugestões e solicitações referentes aos vídeos e programas produzidos e exibidos pela POP TV, a WebTV do Portal Rede Pop.

Teremos imenso prazer em receber seu contato.

Mais Lidas

©2019 - PORTAL REDE POP - Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e Produções, com suas Divisões de Produção de Conteúdos: Pop TV, PopMix RádioWeb, Estelar Filmes, Agência PopStar Artistas, Modelos e Produções, Canal Hiper T (Youtube) e Gazeta Popular. | CNPJ: 30.245.426/0001-76 - Insc. Estadual: 52.8.0401793-2 - Insc. Municipal: 3.03.4194-01. | Todos os Direitos Reservados. PORTAL REDE POP é o primeiro portal de notícias e entretenimento multiconteúdo transmídia e crossmedia do interior de Goiás.