Conecte-se conosco

Estado de Goiás

Ary Valadão, ex-governador de GO, vai comemorar 101 anos de vida

Ary Ribeiro Valadão foi governador de Goiás no período de 1979 a 1983. Entre outras funções, foi deputado estadual e federal por Goiás e pelo Tocantins.

Publicado

em

O ex-governador de Goiás, Ary Ribeiro Valadão (C) comemora 101 anos neste mês de novembro.

Goiânia, GO – Os prefeitos de Sanclerlândia, Itamar Leão; e de Iporá, Naçiotan de Araújo, visitaram na sexta-feira, 1º de novembro, o ex-governador Ary Ribeiro Valadão e sua esposa, Maria Baia Valadão. A visita aconteceu em caráter de missão da Associação Goiana de Municípios (AGM), para oficializar o convite para serem homenageados no próximo dia 21 de novembro.

No encontro, também estavam presentes, os jornalistas Cláudio Barsi e Djalma Senna, organizadores do 2º Encontro do Municipalismo, responsáveis pelo evento programado para o próximo dia 21, na Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (FAEG). Nesta data, vai ser comemorado o aniversário de 101 anos do ex-governador de Goiás, Ary Valadão.

BIOGRAFIA – Ary Ribeiro Valadão nasceu em 14 de novembro de 1921, no município goiano de Anicuns. Com sua esposa, Maria Baía Valadão, construiu uma família com dois filhos. É agricultor, industrial, advogado e político brasileiro que foi governador de Goiás e deputado federal pelo Estado de Tocantins.

Filho de Benedito Teodoro Valadão e Emília Parrodi Valadão, Ary Valadão foi membro da UDN e, por este extinto partido, foi eleito prefeito de Anicuns (GO), em 1947 e 1954. Também foi eleito deputado estadual por Goiás, em 1958 e em 1962, chegando à presidência do Diretório Estadual da legenda e líder de sua bancada na Assembleia Legislativa de Goiás. É também advogado formado na Universidade Federal de Goiás e pós-graduado em Criminologia e Balística.

Durante a sua passagem pela Assembleia Legislativa de Goiás, Ary Valadão acompanhou a deposição do governador Mauro Borges ocorrida nos primeiros meses do regime militar de 1964 (ditadura). Após a imposição do bipartidarismo mudou para a sigla Arena, sendo eleito deputado federal em 1966, 1970 e 1974. Em 1977, deixou o mandato de deputado federal para ocupar o cargo de secretário de Justiça no governo goiano de Irapuan Costa Júnior, onde permaneceu por um ano.

Em 1978 foi escolhido governador de Goiás pelo presidente Ernesto Geisel, tomando posse no ano seguinte para quatro anos de mandato, filiando-se ao PDS após a reforma partidária. Com a criação do estado de Tocantins foi eleito deputado federal, em 1988, para dois anos de mandato. Derrotado ao disputar o governo do novo estado em 1990, tornou-se suplente de deputado federal pelo PPR, em 1994, chegando a ser convocado para exercer o mandato.

Como homenagem, seu nome foi dado a logradouros públicos tais como: ruas, bairros, entidades, conselhos, escolas, ginásios e avenidas em outras cidades goianas. A esposa de Ary Valadão, dona Maria Baía Valadão, foi deputada federal por Goiás.

BIOGRAFIA POLÍTICA

Prefeito de Anicuns (GO): Períodos de 1947 a 1951; e de 1955 a 1959.

Deputado estadual de Goiás: Período de 1959 a 1967.

Deputado federal por Goiás: Período de 1967 a 1979.

Governador de Goiás: Período de 1979 a 1983, sendo sucedido por Iris Rezende Machado (então PMDB).

Deputado federal por Tocantins: Período de 1989 a 1991.

Jornalista, radialista, apresentador de TV e WebTV, cerimonialista em eventos, também artista e "youtuber" no Estado de Goiás; com quase 30 anos de experiência profissional em Jornalismo (desde 21/11/1991), Terry Marcos Dourado é o idealizador, diretor-proprietário, diretor de conteúdo, editor-geral e jornalista responsável pelo Portal Rede Pop e suas Divisões de Conteúdos Específicos: Jornal Gazeta Popular, PopTV, PopMix RádioWeb, Estelar Filmes, Agência PopStar Artistas, Modelos e Produções e o Canal Hiper T, no Youtube.

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado de Goiás

LUTO EM JATAÍ: Morre o ‘histórico’ Toniquinho JK

A nova capital do Brasil, passou a ser projeto de Juscelino Kubitschek(JK) depois de uma cobrança feita pelo advogado de Jataí (GO) no primeiro comício presidencial realizado em sua terra natal.

Publicado

em

Advogado, nascido em Jataí (GO), Antônio Soares Neto, morreu em decorrência de um infarto, nesta quinta-feira, 21 de novembro, aos 94 anos, em Goiânia.

Goiânia, GO – Jataiense de nascimento, o funcionário do Fisco Estadual de Goiás, Antônio Soares Neto, morreu em Goiânia, onde vivia há anos, aos 94 anos, nesta quinta-feira, 21 de novembro. Segundo informações “Toniquinho de Jataí” ou “Toniquinho JK”, como era conhecido, estava internado no Hospital do Coração de Goiás, no Setor Oeste, desde a noite de quarta-feira (20).

Antônio Soares Neto foi o protagonista que mudou a história do Brasil nos anos 50, quando no primeiro comício da campanha presidencial do candidato Juscelino Kubitschek de Oliveira (JK), o cidadão jataiense fez o famoso e histórico questionamento ao presidenciável mineiro sobre o compromisso de mudar a capital brasileira, do Rio de Janeiro, para algum lugar no Planalto Central. E para a surpresa de todos, naquele dia 4 de abril de 1955, Juscelino Kubitschek assumiu publicamente este compromisso cumprido cinco anos mais tarde, com a inauguração de Brasília, no centro do país.

“Já que Vossa Excelência anuncia o propósito de cumprir a Constituição, queria saber se, eleito fosse, construiria a capital do Brasil no Planalto Central?”, indagou Toniquinho de Jataí, à época com 29 anos. “Com o coração saindo pela boca, levantei o dedo e perguntei para ele se ele (JK) então mudaria a capital (do Brasil). Aquela era uma ideia centenária, muito antiga mesmo, prevista na constituição, mas que ninguém levou adiante. Ele se assustou. Estava todo esguio, de cabeça erguida, mas aí se abaixou um pouco e olhou para os colegas de palanque. Ficou emocionado, limpou os olhos e disse que era uma pergunta difícil, que era complicado para um político aceitar aquele desafio, mas que faria, que aquele compromisso haveria de ser cumprido” – relatou emocionado, Toniquinho JK, recentemente à um jornal de Goiânia.

Registro fotográfico feito nos anos 50, do primeiro comício presidencial do candidato JK, realizado em Jataí (GO). Na marcação da foto, identificamos o Toniquinho JK.

PRESIDENTE JK – Trechos do livro escrito pelo presidente na época do exílio a que foi condenado durante o regime militar revelam o desconforto sentido por Juscelino na ocasião. As memórias, batizadas de “Por que construí Brasília”, fazem parte do acervo do Memorial JK, presidido pela neta dele, Anna Christina Kubitschek.

“A pergunta era embaraçosa. Já possuía o meu Programa de Metas e, em nenhuma parte dele, existia qualquer referência àquele problema. Respondi, contudo, como me cabia fazê-lo na ocasião: ‘Acabo de prometer que cumprirei, na íntegra, a Constituição, e não vejo razão por que esse dispositivo seja ignorado. Se for eleito, construirei a nova capital e farei a mudança da sede do governo’. Essa afirmação provocou um delírio de aplausos”, escreveu JK em seu livro de memórias.

A ideia de mudança da capital brasileira nasceu em 1789, mas desde então pouco havia sido feito pelo governo nesse sentido. As providências estavam restritas à Missão Cruls, que no final do século XIX demarcou a área da futura capital, e ao acréscimo no mapa de um retângulo que sinalizava a localização do futuro Distrito Federal. Mais adiante no livro de memórias, JK voltou a comentar a situação:

“A afirmação, que fizera por ocasião do comício em Jataí, fora política até certo ponto. Até então, não havia me preocupado com o problema. Entretanto, a partir dali e no desdobramento da jornada eleitoral – quando percorri o país inteiro – deixei-me empolgada pela ideia. […] O grande desafio da nossa história estava ali: seria forçar-se o deslocamento do eixo do desenvolvimento nacional. Ao invés do litoral – que já havia alcançado certo nível de progresso – povoar-se o Planalto Central […], fazendo com que todo o interior fosse despertado, acordado, e abrisse os olhos para o futuro grandioso do país.”

Para Toniquinho, a transferência da capital para Brasília foi o maior feito de JK. “Alguém escreveu algo nesse sentido e eu concordo: é como se ele tivesse descoberto o Brasil pela segunda vez. Primeiro, os portugueses chegaram aqui e se fixaram no litoral. Mas então veio Juscelino, e levou tudo para o Centro-Oeste. Não havia nada, nada, antes dele.”

Toniquinho JK aparece nesta foto feita em outubro deste ano durante comemoração dos 80 anos do familiar Nélio Vilela, em Jataí (GO). Foto publicada por Maguito Vilela.

AMOR A JATAÍ – Natural de Jataí, na região sudoeste de Goiás, o advogado Antônio Soares Neto, transferiu residência com a família para Goiânia, em 1975. Ele sempre justificou que a mudança para a capital goiana, em detrimento da vinda para Brasília, aconteceu por causa do trabalho e dos filhos, que já estavam perto de fazer faculdade. “Gosto de Brasília. Estive prestes a morar aí, mas acontece que eu já tinha trabalho em Goiás. Era um emprego muito bom na época, e eu não quis deixá-lo”, lembra. “Foi por ele que eu acabei me aposentando.”

LUTO – A família Vilela, do ex-governador de Goiás, Luiz Alberto Maguito Vilela, manifestou o luto pela perda do ente querido. Em sua página oficial, Maguito Vilela escreveu:

“Hoje o meu cunhado e padrinho, Toniquinho JK, nos deixou aos 94 anos. Faleceu em razão de infarto no Hospital do Coração, em Goiânia. Com uma lucidez impressionante, ele fará muita falta para todos nós, amigos e familiares. Toniquinho da Farmácia virou Toniquinho JK após questionar o então candidato a presidente JK se ele eleito cumpriria a Constituição e realizaria a transferência da Capital federal do Rio de Janeiro para o centro do país. Após a célebre pergunta, JK ficou obstinado pela ideia, construiu Brasília e se tornou amigo de Toniquinho. Aos amigos que querem participar da despedida desta testemunha da história do Brasil informo que o corpo será levado de Goiânia para Jataí ainda hoje. Será sepultado em Jataí na manhã desta sexta-feira, 22. Descanse em paz, Toniquinho JK! – Maguito Vilela”.

Prefeito de Jataí, Vinícius Luz, decretou luto oficial de três dias pela morte de Toniquinho JK.

Na tarde desta quinta-feira, 21 de novembro, o prefeito de Jataí, Vinícius de Cecílio Luz (PSDB), decretou luto oficial de três dias em homenagem à personalidade jataiense, Toniquinho JK. O decreto foi publicado na edição 1.285 do Diário Oficial do Município.

O velório de Toniquinho JK acontece na noite desta quinta-feira, (21), a partir das 21h30, no saguão do Palácio das Abelhas, sede da Câmara Municipal de Jataí. O sepultamento está marcado para esta sexta-feira, 22, no cemitério São Miguel, em Jataí, em horário a ser confirmado.

Toniquinho JK (cabelos brancos, no centro), ao lado de familiares, entre eles o ex-governador de Goiás e ex-senador Maguito Vilela. Foto feita recentemente, em Jataí.

Toniquinho JK deixa a mulher, Nelita Vilela, cinco filhos, netos e bisnetos. “Era uma pessoa muito prestigiada, recebeu inúmeras homenagens ao longo da vida, era cumpadre de JK. Ele e o presidente JK ficaram amigos depois da célebre pergunta”, contou o ex-governador, conterrâneo de Jataí, Maguito Vilela (MDB), cunhado de Toniquinho, cujo feito está perpetuado na história do Brasil.

Continue lendo

Estado de Goiás

Legislativo de Goiás aprova Bia de Lima para o Conselho Estadual de Educação

Maria Euzébia “Bia” de Lima foi vereadora em Jataí e, atualmente, preside o Sintego e foi recém-eleita e empossada presidente da CUT-GO.

Publicado

em

Bia de Lima, presidente do Sintego e da CUT-GO teve o nome aprovado por deputados para integrar o Conselho Estadual de Educação.

Goiânia, GO – Nesta terça-feira, 19 de novembro, a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou o nome da presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), Maria Euzébia Bia de Lima, para o Conselho Estadual de Educação (CEE). A votação dos deputados foi única e, por 24 a 7, Bia de Lima teve o nome aprovado para ingressar no conselho. Em abril deste ano, a sindicalista teve a indicação rejeitada pela Assembleia Goiana, mas o Fórum Estadual de Educação não aceitou a rejeição e reencaminhou o pedido para que ela pudesse compor a vaga.

Também em abril a indicação de Bia de Lima foi feita pelo Fórum Estadual de Educação, mas não obteve os votos necessários. À época, deputados da bancada cristã foram contra o nome da sindicalista, sob a justificativa absurda dela ser favorável à “ideologia de gênero”. Naquela ocasião, o deputado Humberto Teófilo (PSL) defendeu a retirada do projeto, que é do Governo de Goiás, por já ter sido rejeitado. Posteriormente, o deputado Virmondes Cruvinel (Cidadania) explicou que se trata de outro projeto e, por isso, é constitucional. “Meu posicionamento é favorável”, disse antes da votação nominal.

CONTRA – Votaram contra o nome de Bia de Lima para compor o Conselho Estadual de Educação de Goiás os deputados estaduais Henrique César (PSC), Amauri Ribeiro (Patriotas), Zé Carapô (DC), Rafael Gouveia (DC), Júlio Pina (PRTB), Jefferson Rodrigues (PRB) e Humberto Teófilo (PSL).

ATUANTE – Bia de Lima, nascida em Serranópolis, no sudoeste goiano, residiu por diversos anos em Jataí, também na região sudoeste do Estado, onde trabalhou em  vários estabelecimentos de ensino. Há vários anos, Bia de Lima, reside em Goiânia. Atualmente, além de ser a presidente do Sintego, ela foi eleita recentemente presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Goiás.

Continue lendo

Estado de Goiás

Ex-vereadora de Jataí assume a presidência da CUT em Goiás

Bia de Lima, que também preside o Sintego, obteve 66,40% dos votos, contra 33,53% do diretor do Sindsaúde e ex-deputado estadual, Mauro Rubem.

Publicado

em

A professora Maria Euzébia Bia de Lima foi eleita e empossada a nova presidente da CUT-GO para um mandato de quatro anos.

Goiânia, GO – No sábado, 11 de novembro, durante o 15º Congresso Estadual da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (Cecut-GO), foi realizada a eleição e posse da nova diretoria da CUT-GO. A professora Maria Euzébia Bia de Lima, atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), foi eleita e empossada presidente da CUT-GO para um mandato de quatro anos. Ela obteve 66,40% dos votos, contra 33,53% do diretor do Sindsaúde e ex-deputado estadual, Mauro Rubem.

Bia de Lima assume a CUT Goiás em um momento delicado onde, segundo a instituição, os trabalhadores e trabalhadoras têm sofrido retiradas de direitos, em nível nacional e também estadual. “A reforma da Previdência enviada à Assembleia Legislativa de Goiás pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) é mais danosa que a aquela aprovada pelo Congresso Nacional. Acaba com os quinquênios, reduz salários e carga horária dos servidores. Impede até mesmo uma mãe de amamentar”, afirmou a deputada estadual Adriana Accorsi (PT), ao participar do 15º Cecut, juntamente com o deputado federal Rubens Otoni (PT).

Na opinião da ex-vice-presidente da CUT-GO e atual secretária de Comunicação na nova gestão, Iêda Leal, a CUT é uma construção coletiva e está ao lado da democracia. “Vamos continuar a luta contra o racismo, a homofobia e defender as nossas bandeiras históricas, como a reforma agrária e o Sistema Único de Saúde (SUS)”, comentou.

A nova presidente da CUT-GO convocou os filiados à luta. “Mais do que nunca precisamos erguer bem alto nossas bandeiras de luta históricas e encampar outras que nos permita enfrentar esse estado permanente de calamidade. Por um lado, temos o desemprego desesperador, que empurra o trabalhador para o trabalho precário”, analisou a presidente, ressaltando que “quase 40 anos após o enfrentamento da ditadura e do empresariado ávido pelo lucro e pela exploração, novamente a CUT se vê no embate contra os desmandos autoritários. “Estejamos preparados”, conclamou.

Maria Euzébia Bia de Lima atuou por vários anos na Educação em Jataí, na região sudoeste de Goiás, onde exerceu um mandato de vereadora pelo Partido dos Trabalhadores, o PT.

Com informações da CUT-GO.

Continue lendo

É proibida a reprodução, total ou parcial, ou mesmo fragmentada de qualquer conteúdo publicado aqui no PORTAL REDE POP, em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização por escrito do diretor-proprietário do PORTAL REDE POP, jornalista Terry Marcos Dourado.

Os infratores estão sujeitos às penalidades legais estabelecidas pela legislação brasileira em vigor. Para solicitações ou dúvidas, favor entrar em contato pelo e-mail: contato@portalredepop.com.

Diretor-Proprietário, Diretor Geral de Conteúdo e Jornalista Responsável: TERRY MARCOS DOURADO – RP n. 2.098 – MTE-DRT/GO.

PORTAL REDE POP é um portal de notícias/jornalismo e entretenimento, multiconteúdo transmídia e crossmedia, o primeiro nestas características do interior do Estado de Goiás, produzido e realizado pela Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e ProduçõesCNPJ nº 30.245.426/0001-76; Insc. Estadual nº: 52.8.0401793-2 e Insc. Municipal nº: 3.03.4194-01. Escritório regional sediado em Jataí, Estado de Goiás – Brasil.

Todo conteúdo produzido e publicado pelo PORTAL REDE POP é de inteira responsabilidade da Agência Prodartcom Jornalismo, Eventos e Produções e suas Divisões de Conteúdos Específicos: Pop TV; Estelar Filmes; Jornal Gazeta Popular; PopMix RádioWeb; Agência PopStar Artistas, Modelos e Produções e Canal Hiper T (Youtube). Todos os direitos reservados.

WhatsApp

Contatos Diretos

Estes são os meios para contato direto com o Portal Rede Pop.

WHATSAPP:(64) 9 8459-3531

TELEGRAM:(64) 9 8459-3531

JORNALISMO GERAL:

jornalismo@portalredepop.com

Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre quaisquer assuntos de qualquer área do Jornalismo. Quando for o caso, garantimos sigilo às nossas fontes.

ENTRETENIMENTO GERAL:

contato@portalredepop.com

Envie sugestões de pautas, convites para eventos, textos, fotos, áudios, vídeos sobre conteúdos da área de entretenimento (notas, convites para eventos culturais, shows, etc.)

ASSUNTOS COMERCIAIS:

comercial@portalredepop.com

Anúncios, publicidades, informes publicitários, etc.

EVENTOS E PROMOÇÕES:

eventos@portalredepop.com

E-mail específico para pedido de informações e inscrições em eventos e promoções diversas do Portal Rede Pop.

POP TV (conteúdo audiovisual):

poptv@portalredepop.com

E-mail exclusivo para dúvidas, sugestões e solicitações referentes aos vídeos e programas produzidos e exibidos pela POP TV, a WebTV do Portal Rede Pop.

Teremos imenso prazer em receber seu contato.

Rádio PopMix AO VIVO

Jornal da Pop AO VIVO

Facebook

Mais Lidas