Localização de Inhumas (GO).

O presidente da Câmara Municipal de Inhumas – município na região central do Estado de Goiás, na microrregião de Anápolis, região conhecida como “Estrada Real” que leva até à Cidade de Goiás – vereador Gleiton Luiz Roque, vulgo “Tumate” e o assessor de comunicação também do Legislativo Inhumense, Carlos Alberto de Oliveira Filho, foram presos na última quarta-feira (1º/11). Ambos são suspeitos de praticarem tráfico de drogas. O vereador “Tomate” havia sido recentemente afastado por ordem judicial. Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram cumpridos durante a terceira fase da Operação Assepsia, da Polícia Civil em Goiás.

De acordo com o delegado Humberto Teófilo, responsável pelas investigações, o vereador-presidente Gleiton Luiz Roque e o assessor de Comunicação da Câmara Municipal, Carlos Alberto de Oliveira Filho foram flagrados, via aplicativos de aparelhos móveis (celulares/smartphones), vendendo e usando a droga Ecstasy. A polícia informou que o assessor parlamentar Carlos Alberto Filho possui diversas passagens pela polícia, inclusive, havia sido condenado a cinco anos e quatro meses de prisão por roubo a um estabelecimento comercial em Inhumas (GO).

(Da E. p/ D.) O vereador Gleiton Luiz Roque (Tomate), presidente da Câmara Municipal de Inhumas (GO); e o assessor de Comunicação também do Legislativo Inhumense, Carlos Alberto Filho, foram presos por tráfico de drogas.

PRISÕES – O assessor de Comunicação da Câmara de Vereadores, Carlos Alberto Filho, foi preso no início da manhã da quarta-feira, 1º/11, em sua residência. No momento das buscas, os policiais civis encontraram com Carlos Alberto uma arma de fogo com numeração raspada, uma balança de precisão, porções de maconha e diversas embalagens vazias para armazenar comprimidos de Ecstasy. Carlos Alberto foi preso em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo de uso restrito.

O vereador-presidente da Câmara Municipal de Inhumas (GO), Gleiton Luiz Roque, o “Tomate”, foi preso por volta das 22 horas também da quarta-feira (1º/11), em Goiânia (GO). Ele estava em um famoso restaurante da capital goiana. Segundo informações, “Tomate” não esboçou reação sendo desnecessário que os policiais o algemassem.

A operação Assepsia teve início em 19 de setembro deste ano com o cumprimento de mandados de busca e apreensão em diversos locais e cidades goianas, inclusive na Câmara Municipal de Inhumas e na residência do vereador-presidente do Legislativo do município de Inhumas, distante a 35 quilômetros da capital do Estado, Goiânia. A cidade tem cerca de 57 mil habitantes.

SAIBA MAIS SOBRE A DROGA “ECSTASY” E SEUS PERIGOS

Embora o uso da droga Ecstasy ainda não tem capacidade viciante comprovada, o uso de apenas um comprimido ou uma cheirada na versão em pó pode matar uma pessoa.

O Ecstasy é uma droga sintética, ou seja, fabricada em laboratório. O princípio ativo do Ecstasy é uma substância chamada metilenodioximetanfetamina (MDMA), um tipo de estimulante (anfetamina). O Ecstasy também tem efeitos parecidos com alucinógenos. Geralmente, o Ecstasy é vendido em comprimidos. A droga também pode ser encontrada na versão pó para inalação. Como a maioria das drogas, os traficantes de Ecstasy adicionam outras substâncias altamente perigosas na composição de cada capsula ou porção de pó de Ecstasy para render mais e obterem mais lucro. Em geral, as substâncias agregadas à matéria-prima do Ecstasy podem ser a cafeína, a cocaína, a ketamina (um anéstésico usado em animais), entre outras substâncias perigosas à saúde humana.

EFEITOS – A MDMA, princípio ativo do Ecstasy, atua no cérebro controlando duas substâncias: a dopamina, que interfere nas dores; e a serotonina, que está ligada às sensações de amor. A combinação das duas, deixa a pessoa muito mais eufórica, confiante, sociável, entre outras sensações ilusórias de “poder” e falsa autoestima. Outros efeitos do Ecstasy são: ansiedade, paranoias, aumento dos batimentos cardíacos, náuseas, bruxismo (ranger dos dentes). A pessoa também sua muito, podendo sofrer uma perigosa desidratação.

Quando a pessoa ingere grandes quantidades de ecstasy, algo como três ou mais comprimidos, pode ocorrer os seguintes sintomas: secura na boca, alucinações, psicose (ouvir vozes, ver coisas que não são reais, entre outras sensações/percepções ilusórias). Pode também fazer coisas que jamais faria se estivesse em estado normal e, ainda, ter fortes dores musculares, insônia, perda temporária de visão, entre outros sintomas. O uso constante da droga Ecstasy pode causar morte das células cerebrais, pertubações mentais, falta de memória, perda do autocontrole, síndrome do pânico, depressão, entre outros sintomas.

VÍCIO E OVERDOSE – Até o momento, segundo informações, não há indícios físicos suficientes que possam determinar a capacidade do Ecstasy de tornar o usuário em um viciado. Por outro lado, o uso de Ecstasy, como de qualquer outra droga é extremamente perigoso à saúde humana principalmente porque, no caso do Ecstasy, é muito fácil o usuário ter uma overdose, causada até mesmo por um único comprimido. Uma overdose de Ecstasy pode causar vários efeitos no corpo humano como insuportáveis dores de cabeça, dificuldades na fala, febre muito alta, vômitos, perda do controle muscular e até mesmo a morte em decorrência das altas temperaturas do corpo de quem está sob efeito de uma overdose desta droga.

Com informações do portal Mais Goiás.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Terry Marcos Dourado
Carregar mais por Cidades

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP TRANSMÍDIA) reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Veja Também

Prefeitura de Jataí (GO) surpreende e emociona público com decoração e programação natalina inéditas

Nunca antes na história de Jataí, cidade da região sudoeste de Goiás, a população foi pres…