Com o “Retricted Mode”, o Youtube criou uma experiência opcional para filtrar vídeos que tenham conteúdo inapropriado. E criou também polêmica.

A mais famosa e popular plataforma de vídeos da internet, o Youtube, acabou de lançar uma ferramenta ridícula que promove uma censura ridícula em tempos considerados “modernos” e, por conta deste retrocesso, tem causado forte polêmica desnecessária.

O recurso idiota que o YouTube está testando, na teoria, foi criado para “filtrar conteúdos inapropriados para menores de idade”. Chamado de Restricted Mode (Modo Restrito, na tradução para o português), o filtro já obrigatório para menores de idade é opcional para quem tem mais de 18 anos. Até aí, tudo bem e muito válido, mesmo sabendo que trata-se de uma ação hipócrita, fantasiosa, onde nerds e hackers, a partir dos oito anos de idade, conseguem burlar facilmente qualquer bloqueio neste mundo virtual chamado internet. Ok?

Mas, a tal ferramenta “funcional” do YouTube tem causado forte polêmica porque vídeos com conteúdo LGBT, ou seja, com temáticas com foco no universo de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais (e todas as outras letras de visibilidade política que acrescentam por aí), também os criadores e produtores de vídeos com temática LGBT têm sido classificados como “inapropriados” pelo filtro da censura do Youtube. Até mesmo videoclipes de artistas do universo pop, como Lady Gaga, Rihanna e até mesmo da brasileira Anitta, estão ficando restritos pela nova, e absurda, política de censura do Youtube.

Um youtuber norte-americano postou a diferença do seu feed com e sem o polêmico filtro de censura. “No primeiro print é o meu canal, no segundo, com o modo restrito. O vídeo “Você é gay”, no qual eu falo sobre usar a palavra “gay” como insulto foi removido”, reclamou o youtuber. Veja, a seguir, o print que fizemos da postagem dele.

Um youtuber dos Estados Unidos reclamou da censura absurda do Youtube sobre seus vídeos.
Um youtuber dos Estados Unidos reclamou da censura absurda do Youtube sobre seus vídeos.

YOUTUBE RESPONDE – “Aceitamos o feedback de vocês”. Este foi o argumento que, na prática explica, mas não justifica, usado pelo Youtube. Por meio de nota, a famosa e mais popular plataforma de vídeos do planeta afirmou que se arrepende de qualquer confusão que tenha causado e que está de olho nas preocupações. Segundo eles, a intenção do modo restrito é “filtrar conteúdo maduro para uma pequena parcela de usuários que querem uma experiência mais limitada”. A seguir, leia a íntegra da nota do Youtube:

“Somos muito orgulhosos por representarmos as vozes LGBTQ+ em nossa plataforma — elas são uma parte chave do que o YouTube significa. A intenção do modo restrito é filtrar conteúdo maduro para a pequena parcela de usuários que querem uma experiência mais limitada. Vídeos LGBTQ+ estão disponíveis no modo restrito, mas vídeos que discutem assuntos mais sensíveis podem não estar. Nós nos arrependemos por qualquer confusão que isso causou e estamos de olho nas suas preocupações. Aceitamos o feedback de vocês e a paixão em fazer do YouTube uma comunidade inclusiva, diversa e vibrante”.

ESSE TIPO DE CENSURA É UM RETROCESSO, DIZ YOUTUBER BRASILEIRO

capa trailler

Dono do Canal Hiper T, no Youtube, o youtuber brasileiro, Terry Marcos Dourado, que também é ator, roteirista, diretor artístico, diretor cinematográfico, stand-up comedian (comediante de stand-up), diretor teatral, jornalista e produtor artístico e cultural, vê com repulsa e preocupação esta nova ferramenta do Youtube. Confira, a seguir, a crítica do youtuber brasileiro.

“Em tempos considerados modernos, onde qualquer criança ganha de presente dos próprios pais um aparelho móvel de conexão à internet, onde crianças superdotadas de inteligência pode vir a se tornar um hacker e acessar facilmente qualquer conteúdo censurado ou bloqueado na internet… Uma ferramenta de censura como esta do Youtube chega a ser algo hipócrita e algo perigoso nas mãos de fundamentalistas, preconceituosos, gente louca com suas próprias frustrações internas, fanáticos religiosos, enfim, gente com moral duvidosa ou mais suja que pau de galinheiro, pagando de “moralista”, e que apenas por um prazer sarcástico, acabará sendo beneficiado por esta ferramenta ridícula.

Existem formas mais inteligentes de evitar que menores de 18 anos tenham acessos a conteúdos audiovisuais que não são produzidos para eles. No meu entendimento, vejo com preocupação esta ferramenta que, na prática, é uma poderosa fomentadora de preconceitos, disseminação de ódios, fortalecimento de fundamentalismos, sobretudo o hipócrita fundamentalismo religioso. É algo lamentável, um retrocesso no Youtube.” – Terry Marcos Dourado, youtuber brasileiro.

fio

Instagram_App_Large_May2016_200ATENÇÃO! – SIGA O PORTAL REDE POP NO INSTAGRAM [@portalredepop] (<=Clique no link ou na logo do Instagram.) E RECEBA NOSSO CONTEÚDO EM PRIMEIRÍSSIMA-MÃO. SEGUINDO, VOCÊ TAMBÉM VAI PARTICIPAR DE SORTEIOS E PROMOÇÕES.

assine-newsletter

ATENÇÃO! – ASSINE GRÁTIS com seu e-mail o Boletim Informativo (Newsletter) do Portal Rede Pop e seja automaticamente informado toda vez que publicarmos uma notícia nova aqui no portal. Para assinar grátis é fácil. Vá para o campo disponível no topo da coluna à direita desta tela. Lá, digite seu e-mail e clique no botão de confirmação. Pronto! Procure em seu e-mail (ou caixa de spam) pelo e-mail cujo remetente será sempre a palavra “Portal Rede Pop | Últimas Notícias“. Abra e leia. Viu como é fácil? Aproveite.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Terry Marcos Dourado
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP TRANSMÍDIA) reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Veja Também

Prefeitura de Jataí (GO) surpreende e emociona público com decoração e programação natalina inéditas

Nunca antes na história de Jataí, cidade da região sudoeste de Goiás, a população foi pres…