AgronegóciosDestaqueEconomia

Mesmo com alguns prejuízos, produtores finalizam colheita de soja em Goiás e em mais quatro Estados

Colheita de soja do Brasil avança para 58% da área; plantio de milho chega a 92%.

Mesmo contabilizando alguns prejuízos causados pela imprevisibilidade da “loucura destemperada” do clima, os produtores rurais de Goiás e também dos Estados de Mato Grosso, Tocantins, Pará e do Maranhão finalizaram a colheita de soja. Os trabalhos de campo, colheitas e tratos culturais estão prejudicados, mas nada que venha trazer grandes preocupações aos produtores. A grande maioria já finalizou a colheita da soja e o plantio das lavouras de segunda safra.

Desde o último dia 15, áreas de instabilidade estão perdendo força em grande parte do Nordeste do Brasil e as pancadas de chuva vêm acontecendo de forma irregular, principalmente no final da tarde e à noite. No Sul do país, com a passagem de frentes frias pela região, o tempo fica bastante instável com possibilidade para chuvas mais generalizadas e em grandes volumes. As regiões produtoras de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, também vêm sendo afetas pela chuva de forma isolada.

O retorno das chuvas ao Sul do Brasil estará elevando os níveis de umidade do solo, garantindo assim, melhores condições ao desenvolvimento das lavouras. A tendência é que a segunda quinzena de março venha a ser marcada por chuvas regulares e em bons volumes em toda metade sul do País.

A presença da corrente de jato subtropical sobre toda faixa sul do continente está impossibilitando que os corredores de umidade migrem para essas localidades. Com isso, o tempo se mantém firme e com chances para eventuais pancadas de chuva irregulares. Essa condição vai mudar ao longo desta segunda quinzena de março, quando as temperaturas do Oceano Pacífico começaram a se aquecer e estão permitindo que a corrente de jato migre para o sul da Argentina, mais precisamente na região da Patagônia. Isso fará que os corredores de umidade vindos da Amazônia se posicionem mais ao Sul do continente e possibilitem a passagem mais frequentes das frentes frias.

Por enquanto, as condições ainda se manterão desfavoráveis ao pleno desenvolvimento das lavouras e novas quebras de produtividade poderão ocorrer durante esses próximos sete dias, ou pelo menos até o próximo final de semana.

A colheita da soja, safra 2017/2018 teve excelentes resultados, mesmo com a imprevisibilidade e intempéries climáticas.

NÚMEROS ANIMADORES EM MATO GROSSO…

A última colheita da soja, safra 2017/2018, atingiu 91,33% no Estado de Mato Grosso. Os dados foram divulgados pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), com informações coletadas até o dia 16 deste mês. De acordo com o Imea, os trabalhos de campo seguem atrasados em relação ao mesmo período em 2017, quando o índice de colheita estava em 94,5%. Ainda em Mato Grosso, a expectativa de área semeada é de 9,464 milhões de hectares.

MILHO – Com relação ao plantio da safrinha de milho no Estado de Mato Grosso, o índice atingiu 98,83% de área de colheita estimada para a safra 2017/2018, ou seja, 4,485 milhões de hectares. Segundo dados do Imea, nos primeiros 10 dias de março, o percentual de área plantada era de 95,6%. No mesmo período em 2017, o percentual de área plantada foi de 99,76%.

A previsão de sucesso da colheita de milho de verão também é grande em GO, MT e nos demais Estados produtores.

… E TAMBÉM NO RESTANTE DO BRASIL

No geral, no que se refere à temporada 2017/2018, a colheita de soja do Brasil avançou para 58% da área plantada, representando uma alta de 10% ante a semana anterior, segundo informações divulgadas pela consultoria AgRural, na sexta-feira passada, 16/03. O ritmo dos trabalhos no maior exportador global de soja está 3% mais adiantado ante o índice da média de cinco anos para esta época.

Ainda há, entretanto, um pequeno atraso de 4% na comparação com os 62% do ano passado, segundo a AgRural. A empresa ressaltou que o plantio da segunda safra de milho atingiu 92% da área do centro-sul do país, contra 81% uma semana antes, 96% um ano atrás e 90% na média dos últimos cinco anos.

MILHO DE VERÃO – Já a colheita da safra do milho verão 2017/2018 estava realizada em 34% da área do centro-sul do Brasil até a última quinta-feira, (15/03), ante os 28% na quinta anterior, (8/03); 47% no ano passado e 45% na média dos últimos cinco anos, segundo a consultoria da AgRural.

O milho, junto com a soja são algumas dos maiores fomentadores da economia dos Estados da região Centro-Oeste do Brasil.
Tags
Mostre mais

Terry Marcos Dourado

Jornalista e radialista goiano com mais de 25 anos de experiência profissional (desde 21/11/1991), Terry Marcos Dourado é o idealizador, diretor-proprietário, diretor de conteúdo, editor-geral e jornalista responsável pelo Portal Rede Pop.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios