A lua ganhou nesta quarta-feira (31/01) um tom avermelhado devido ao eclipse total que ocorre quando o satélite natural está no ponto mais próximo à Terra. E, desta vez, o fenômeno foi muito mais especial porque o dia coincidiu ainda com a segunda lua cheia deste mês de janeiro, um evento que alguns batizaram como eclipse da superlua “azul de sangue”, que pôde ser observado principalmente na América do Norte, Pacífico, Ásia e Oceania.

Na Europa Ocidental, na América do Sul e na África, porém, não foi possível observar o eclipse total pelo horário no qual o fenômeno ocorreu. O eclipse começou às 12h52min pelo horário GMT (10h52min, na Hora Oficial do Brasil, horário de Brasília-DF). O ápice do fenômeno aconteceu às 13h29min pelo horário GMT (11h29min, pelo horário de Brasília-DF). O fenômeno terminou às 14h07min pelo horário GMT (12h07min, em Brasília-DF), de acordo com a Agência Espacial Americana (Nasa).

Se tivéssemos tido as condições atmosféricas propícias, seria possível olharmos para o céu e vermos uma lua com uma coloração acobreada sem a necessidade do uso de óculos especiais, como no caso dos eclipses solares. A última superlua “azul de sangue” aconteceu há exatos 36 anos, ou seja, em 30 de dezembro de 1982. À época, o fenômeno foi visível na Europa, África e na Ásia Ocidental. O próximo fenômeno semelhante está agendado para daqui a 19 anos, mais precisamente para o dia 31 de janeiro de 2037.

ECLIPSE LUNAR – Os eclipses lunares ocorrem quando a Terra se encontra entre o sol e a lua, o que é visível desde os lugares onde a lua está sobre o horizonte no momento do fenômeno. Durante a totalidade, a lua inteira fica dentro do cone de sombra e mesmo que não desapareça da vista, ela adquire uma tonalidade avermelhada, razão pela qual este tipo de fenômeno foi batizado como “lua de sangue”. Isto ocorre porque a lua reflete a luz vermelha do sol refratada pela atmosfera terrestre, que só filtra os componentes azuis.

A SUPERLUA – O eclipse lunar desta quarta-feira, 31/01, coincidiu com uma superlua, fenômeno que ocorre quando o satélite terrestre (a lua) está em seu perigeu, como é denominado o seu ponto mais próximo da Terra (o apogeu ocorre quando a lua está no ponto mais distante do nosso planeta). Durante o perigeu, o diâmetro da lua pode aumentar em até 14%, o que não se distingue à uma simples vista porque também aumenta consideravelmente o seu brilho.

A LUA AZUL – O terceiro fenômeno simultâneo em grande parte do planeta é que se tratou da segunda lua cheia deste mês de janeiro – que em inglês chamam de blue moon (lua azul), ainda que o fenômeno em si nada tenha a ver com a cor azul – um fenômeno que ocorre em média a cada 2,7 anos. A Agência Espacial Americana (Nasa), que transmitiu o eclipse ao vivo em seu site, informou que ainda em 2018 haverá outro eclipse total da lua, mais precisamente em 27 de junho.

De acordo com o astrofísico espanhol Angel López-Sánchez, do Observatório Astronômico Australiano (AAO, em inglês), o termo “superlua” foi cunhado em 1979 por um astrólogo americano chamado Richard Nolle. O astrofísico espanhol critica os superlativos para qualificar os fenômenos astronômicos, e disse que Nolle possivelmente não conhecia o termo perigeu da lua.

O conceito “lua azul” faz referência ao momento exato quando o satélite natural da Terra aparece na cor azulada, efeito visual causado por fumaça ou partículas na atmosfera, mas também é utilizado para designar a segunda lua cheia do mês no mundo anglo-saxão. Isto se deve a um erro cometido pelo astrônomo James Hugh Pruett, que se confundiu na acepção do termo em um artigo na revista Sky &Telescope, em 1945.

MITOLOGIA – Em países como Índia, Tailândia e Indonésia, o eclipse da lua é explicado também como um fenômeno mitológico. Segundo à mitologia hindu, o deus Vishnu cortou a cabeça de um demônio, mas este não morreu porque tinha bebido água sagrada que lhe outorgava a imortalidade.

Desde então, Rahu, a cabeça imortal deste demônio, a cada período de tempo, engole a deusa Lua, à qual culpa por seu destino ou por quem, segundo outras versões, é apaixonado.

Com informações do portal UOL e Agências Internacionais.

 Clique aqui para ver outras notícias e seções do Portal Rede Pop.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Terry Marcos Dourado
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Odontólogo Paulino Alves vai assumir a presidência do PSD em Jataí (GO)

O odontólogo e atual secretário municipal de Saúde de Jataí, cidade da região sudoeste de …