ComportamentoDestaque

Dia da Mulher: Em 2016, 503 mulheres foram agredidas fisicamente, por hora, no Brasil

Além de cumprimentar carinhosamente as mulheres pelo significado de lutas e empoderamento que a data do 8 de março – Dia Internacional da Mulher – representa; o Portal Rede Pop publica esta reportagem especial com números revoltantes, preocupantes, alarmantes que revelam o, ainda forte, poder violento do machismo imperando em todos os Estados Brasileiros.

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou nesta quarta-feira (8/03) números de uma estatística chocante. Durante o ano passado, 503 mulheres foram agredidas fisicamente, POR HORA, no Brasil. Isso quer dizer que 4 MILHÕES e 400 MIL MULHERES BRASILEIRAS FORAM AGREDIDAS em 2016, ano em que 66% dos brasileiros presenciaram uma mulher sendo agredida física ou verbalmente, ou seja, dois a cada três brasileiros presenciaram uma situação como essa. Alguns tipos de violência contra a mulher são banalizados na sociedade brasileira.

Saiba o que é uma violência invisível e confira outras informações, e outros números desta estatística chocante, na reportagem em áudio, clicando no player abaixo. Reportagem de Bruna Goularte, exibida no jornal Central de Notícias, programa jornalístico diário da PopMix RádioWeb, de segunda a sexta, 18 horas, ao vivo. Ouça.

NÚMEROS DE UMA ESTATÍSTICA CHOCANTE

Para denunciar agressões contra mulheres, ligue grátis para o número 180.
Para denunciar agressões contra mulheres, ligue grátis para o número 180.

Em 2016: 503 mulheres foram agredidas fisicamente, POR HORA, no Brasil.

Em 2016: 4.400.000 (4,4 MILHÕES) de mulheres brasileiras foram agredidas, neste ano.

Em 2016: 66% dos brasileiros (2 a cada 1 brasileiro) presenciaram uma mulher sendo agredida, verbal ou fisicamente.

Verbais: A violência mais comum sofrida pelas mulheres no Brasil são as violências verbais, ou seja, por meio de humilhação, xingamento e insultos.

Em 2016: O Brasil teve 12 MILHÕES de mulheres agredidas/ofendidas verbalmente.

Ameaças de morte: Em 2016, QUASE 2 MILHÕES de mulheres foram ameaçadas com faca ou arma de fogo no Brasil.

Ameaças de violência física: Em 2016, 5 MILHÕES de mulheres sofreram ameaças de alguma violência física.

Agressão sexual: Em 2016, QUASE 4 MILHÕES de mulheres sofreram agressão sexual.

Espancamentos: Em 2016, 1 MILHÃO E 400 MIL (1,4 MIL) mulheres foram espancadas ou sofreram tentativas de estrangulamento.

Tiros: Em 2016, 257 MIL mulheres foram alvejadas com tiro(s) de arma de fogo.Isso, no Brasil.

Enquanto mulheres tiverem medo de formalizarem denúncias de agressão, infelizmente, os números desta estatística chocante tendem a aumentar.
Enquanto mulheres tiverem medo de formalizarem denúncias de agressão, infelizmente, os números desta estatística chocante tendem a aumentar.

MAIS DA METADE das mulheres agredidas não tomou qualquer atitude, nem procurou ajuda para denunciar as agressões.

COMO DENUNCIAR: Para denunciar um caso de violência, a mulher (ou qualquer cidadão) deve comparecer a qualquer delegacia policial e fazer um Boletim de Ocorrência. Também é possível fazer uma denúncia diretamente à Central de Atendimento à Mulher, ligando grátis para o número 180. A denúncia é anônima. O serviço está disponível 24 horas diárias, todos os dias da semana.

assine-newsletter

ATENÇÃO! – ASSINE GRÁTIS com seu e-mail o Boletim Informativo (Newsletter) do Portal Rede Pop e seja automaticamente informado toda vez que publicarmos uma notícia nova aqui no portal. Para assinar grátis é fácil. Vá para o campo disponível no topo da coluna à direita desta tela. Lá, digite seu e-mail e clique no botão de confirmação. Pronto! Procure em seu e-mail (ou caixa de spam) pelo e-mail cujo remetente será sempre a palavra “master“. Abra e leia. Viu como é fácil? Aproveite.

Tags
Mostre mais

Terry Marcos Dourado

Jornalista e radialista goiano com mais de 25 anos de experiência profissional (desde 21/11/1991), Terry Marcos Dourado é o idealizador, diretor-proprietário, diretor de conteúdo, editor-geral e jornalista responsável pelo Portal Rede Pop.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários:

LEIA COM ATENÇÃO

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP NOTÍCIAS E ENTRETENIMENTO) reserva para si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links.

Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios