Um dos maiores vexames da última gestão do ex-prefeito de Jataí, cidade da região sudoeste de Goiás, Humberto de Freitas Machado (PMDB), que gastou milhões de reais na aquisição e preparação da área, chegou a prometer data para a inauguração do que seria o aeroporto regional para aviões comerciais e, ao final do mandato, não conseguiu cumprir nada do que prometera, aumentando suspeitas até mesmo de superfaturamentos e até de desvios de verbas; desta vez, lideranças peemedebistas que nunca foram oposição ao atual prefeito Vinícius Luz (PSDB), voltaram a prometer, até mesmo a garantir que, desta vez, é pra valer! Jataí terá “nos próximos meses” (?) seu aeroporto regional.

Tal promessa – ainda cheirando forte a dúvidas e desconfianças, por estarmos em pleno período de preparação de partidos e pré-candidatos aos cargos eletivos das eleições de outubro de 2018 – tem sido fortalecida pelo empenho do deputado federal Daniel Vilela (PMDB), pré-candidato ao Governo de Goiás no pleito do ano que vem. Foi ele quem trouxe a Jataí, na manhã desta sexta-feira, 15/9, um grupo de homens fortes do governo federal ligado à aviação nacional. Eles conheceram a cidade e o local destinado ao aeroporto regional. Ao final da agenda, anunciaram a liberação dos recursos para o início das obras.

Representantes da ANAC em audiência na prefeitura de Jataí durante a manhã desta sexta-feira, 15/9.

Em audiência na prefeitura, o deputado federal, Daniel Vilela (PMDB); o secretário nacional de Aviação Civil, Dario Lopes; o coordenador-geral de Estudos e Projetos da Secretaria de Aviação Civil, Marcio Maffili e o diretor de Infraestrutura Aeroportuária da Secretaria de Aviação Civil, Eduardo Bernardes; discutiram o anteprojeto executivo do Aeroporto Regional de Jataí e, posteriormente, visitaram o local onde será construída a obra, às margens da BR 060, em direção à cidade de Rio Verde.

Em audiência na prefeitura local, o secretário nacional de Aviação Civil, Dario Lopes (em pé) conheceu detalhes do projeto técnico do aeroporto regional de Jataí.

Durante a visita, os representantes da Secretaria Nacional de Aviação Civil destacaram a importância da integração das equipes do município e do governo federal para o sucesso dos trabalhos. Além disso, o deputado Daniel Vilela abordou as potencialidades do município e a importância do aeroporto para o desenvolvimento da região. A atual gestão municipal informou que pretende licitar a obra ainda este ano e garantiu que toda a equipe está empenhada para que o projeto seja concretizado da melhor forma e no menor tempo possível.

Nesta sexta-feira, 15/9/2017, a equipe da ANAC conheceram “in loco” o local onde está previsto um aeroporto regional de passageiros e cargas em Jataí (GO).

O novo aeroporto deve custar R$ 50 milhões, cujos recursos já estão garantidos por emenda do deputado federal Daniel Vilela ao Orçamento Geral da União.

AS VANTAGENS DE UM AEROPORTO REGIONAL PARA JATAÍ (GO)

Maquete eletrônica mostra como deverá ser o terminal de passageiros para embarque e desembarque do futuro aeroporto regional de Jataí (GO), caso a obra seja concretizada, de fato.

Em setembro de 2013, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) autorizou através do Ofício nº 258/2013/SIA/ANAC, o início das obras de construção do aeroporto regional de Jataí. O documento que foi assinado pelo então superintendente de Infraestrutura Aeroportuária, Fábio Faizi Rahnemay Rabbani, autorizando oficialmente a construção do novo aeroporto jataiense, que terá capacidade de receber aeronaves de grande porte, com linhas regionais, sendo que a aeronave padrão do projeto é o Boeing 737-800 com capacidade para 190 passageiros. Quatro anos se passaram e o projeto não foi concretizado, ficando apenas na promessa.

Em junho de 2014, a prefeitura de Jataí (GO) divulgou informações do projeto de construção de um aeroporto regional na cidade. Segundo as informações divulgadas, a área total do empreendimento é de 30 alqueires. A pista principal, a ser utilizada para pousos e decolagens, terá 2.550 metros de extensão, ideal para receber grandes aeronaves como o Boeing 737-800, com capacidade para 190 passageiros.

Maquete eletrônica mostra como deverá ser a área de embarque e desembarque de passageiros do aeroporto regional de Jataí, caso a obra seja concretizada, de fato.

A construção do novo aeroporto com potencial para receber aeronaves que disponibilizam linhas regulares diárias, a exemplo da Latam (TAM), GOL, Azul, entre outras, já estaria despertando o interesse de algumas empresas do ramo da aviação comercial. Na avaliação do governo municipal à época, o aeroporto regional de Jataí terá condições de “ampliar os olhares econômicos sobre Jataí, gerando impacto positivo e investimentos a médio e longo prazo, respaldados na facilidade do transporte aéreo na região.”

O projeto original foi elaborado pela prefeitura, na gestão passada. Em 2014, a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) aproveitou o projeto elaborado e chegou a iniciar os procedimentos protocolares (de praxe) para viabilizar, futuramente o que seria, ou será o novo aeroporto da cidade, distante a 320 quilômetros da capital de Goiás, Goiânia.

Maquete eletrônica mostra como deverá ser o saguão do futuro aeroporto regional de Jataí, caso a obra seja concretizada, de fato.

Em 2014, os recursos para a construção do aeroporto regional de passageiros de Jataí foi contemplado pelo Programa de Investimentos em Logística do então governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e chegou a ter as obras iniciadas pela prefeitura que, antes da inclusão da obra no programa federal, havia planejado o empreendimento.

Maquete eletrônica mostra uma das áreas do projeto do aeroporto regional de Jataí, provavelmente o saguão/terminal de passageiros, caso a obra seja concretizada, de fato.

A área total destinada ao aeroporto regional de Jataí possui 1,4 milhão de metros quadrados e está às margens da rodovia federal BR 060, entre as cidades de Jataí e Rio Verde, distante a 11 quilômetros de Jataí. A terraplanagem realizada no local possui grau de resistência alto, o que permitirá intenso transporte aéreo de cargas.

Maquete eletrônica mostrando como será a entrada de acesso ao aeroporto regional de Jataí, caso a obra seja concretizada, de fato.

Jataí possui uma população estimada em 98.128 habitantes e o novo aeroporto poderá atender toda a região, que abrange cerca de 500 mil pessoas, aliás, esta é a estimativa da demanda do provável aeroporto regional jataiense. Por enquanto, a cidade dispõe de um aeroporto municipal básico com pista de 1 500 metros, homologada e com rádio operando normalmente.

Maquete eletrônica mostra, de forma completa, como será o aeroporto regional de Jataí, caso a obra seja concretizada, de fato.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Terry Marcos Dourado
Carregar mais por Cidades

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP TRANSMÍDIA) reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Veja Também

Prefeitura de Jataí (GO) surpreende e emociona público com decoração e programação natalina inéditas

Nunca antes na história de Jataí, cidade da região sudoeste de Goiás, a população foi pres…