Home Cidades Cresce o número de arrombamentos e explosões de agências bancárias em Goiás

Cresce o número de arrombamentos e explosões de agências bancárias em Goiás

0
0
48

Após a ousadia extrema de um grupo de bandidos fortemente armados que explodiram e assaltaram duas agências bancárias de uma só vez na cidade de Caiapônia, na região sudoeste de Goiás, na madrugada da quarta-feira, 19/7, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) divulgou um balanço preocupante, pois revela que, até o dia 22 de junho do ano passado, ocorreram 27 tentativas de arrombamento e de explosões de agências bancárias no estado de Goiás.

Estatísticas do Grupo Antirroubo a Banco (GAB), vinculado à Delegacia de Investigações Criminais (Deic), revelam que somente até meados de 2016, um total de 25 inquéritos policiais com autoria definida foram encaminhados ao Poder Judiciário. No geral, 42 pessoas foram presas por envolvimento a ataques a bancos em território goiano. De acordo com o GAB, no primeiro semestre deste ano, sete quadrilhas diferentes que praticam assaltos a agências bancárias foram identificadas agindo em Goiás, sendo duas na região norte, uma na Região Metropolitana de Goiânia, uma no oeste, duas no sul e uma no sudoeste do Estado.

Das sete quadrilhas identificadas pelo setor de segurança pública de Goiás, quatro foram desarticuladas durante operações policiais que resultaram na prisão de integrantes. Segundo a polícia, 70% dos crimes envolvendo ataques a instituições financeiras em 2016 foram cometidos por estes grupos.

Contrariando os números, a polícia goiana nega que os ataques nos últimos meses não representam um aumento das ocorrências de crimes cometidos pelo tipo de ação criminosa que se rotulou como o “Novo Cangaço”, uma vez que, em comparação com anos anteriores, como 2013, por exemplo, ocorreram 86 roubos a banco somente no primeiro semestre.

Em 2016, esta agência do Banco do Brasil do município goiano de Mara Rosa foi totalmente destruída por bandidos que a explodiram.
Em 2016, esta agência do Banco do Brasil do município goiano de Mara Rosa foi totalmente destruída por bandidos que a explodiram.

CRIMES – Entre os casos mais graves registrados em 2016, estão os ataques ocorridos no município de Mara Rosa, no norte do Estado. A cidade foi alvo de criminosos por duas vezes em menos de três meses. Também merece destaque o ataque ocorrido no município goiano de São Luís do Norte.

Em Mara Rosa, o primeiro assalto a uma instituição bancária ocorreu na madrugada do dia 13 de março de 2016, quando um grupo efetuou vários disparos nas portas das casas de PMs que estavam de folga. Além disso, fizeram moradores reféns. Eles explodiram caixas eletrônicos e o cofre de uma agência do Banco do Brasil. Segundo a polícia, 12 pessoas participaram do crime. Ainda em Mara Rosa, na madrugada do dia 4 de junho, bandidos explodiram caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal e a cidade chegou a ficar sem energia por algumas horas. Por causa da escuridão, a Polícia Militar (PM) não conseguiu impedir a fuga dos bandidos. Os criminosos fizeram reféns na carroceria de uma caminhonete e conseguiram fugir do local sem que a polícia tomasse medidas ofensivas. Os reféns foram abandonados, sem ferimentos, em um estrada, pouco tempo depois.

No município de São Luís do Norte, uma nova ação criminosa no dia 2 de maio de 2016, resultou na morte de um dos suspeitos, na prisão de um e na fuga de outro. Na ocasião, o grupo tentava roubar o cofre de um posto de combustível quando foi abordado por policiais militares.

Bandidos explodiram caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil em Mineiros, na região sudoeste de Goiás, durante a madrugada da sexta-feira, 13 de maio de 2016. Segundo informações à época, uma máquina e a porta da agência bancária foram danificadas. Dois veículos suspeitos foram vistos parados em frente à instituição financeira. De acordo com a Polícia Militar, os bandidos não conseguiram levar dinheiro.

Em 13/5/2016, uma agência do Banco do Brasil em Mineiros (GO) também foi alvo de bandidos.
Em 13/5/2016, uma agência do Banco do Brasil em Mineiros (GO) também foi alvo de bandidos.

CASOS DE 2017 – Neste ano, três homens morreram durante troca de tiros com a Polícia Militar no dia 31 de maio, em Goiânia, capital de Goiás. O trio havia acabado de explodir um caixa eletrônico de uma agência da Caixa Econômica Federal, no Setor Universitário. Os homens estavam em um carro, onde os policiais encontraram as gavetas que guardam o dinheiro dos caixas, além de explosivos.

Em abril, mais explosões de caixas eletrônicos aterrorizaram moradores das cidades goianas de Itaguaru e Água Fria de Goiás. Em Guapó, na madrugada do dia 16 de junho, bandidos explodiram um caixa eletrônico dentro da Câmara Municipal da cidade. Segundo a polícia, o grupo efetuou vários disparos contra os muros de comércios da região e fugiu com o cofre do equipamento. E, no último dia 19 de julho foi a vez da cidade de Caiapônia, na região sudoeste do Estado entrar para o rol das ocorrências de explosões e arrombamentos de agências bancárias em território goiano.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Terry Marcos Dourado
Carregar mais por Cidades

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP TRANSMÍDIA) reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Veja Também

De olho nas eleições de 2018, políticos voltam a prometer aeroporto regional para Jataí (GO)

Um dos maiores vexames da última gestão do ex-prefeito de Jataí, cidade da região sudoeste…